Título: Quando uma Garota Entra em um Bar
Autoras: Helena S. Paige (na verdade são 3 autoras. Leia mais)
Nº de Páginas: 241
Editora: Novo Conceito
Nota: 3/5









Nunca cogitei ler este livro, apesar de achar a capa bem bonita. De repente me deparei com o e-book e comecei a ler. Assim, do nada mesmo. Esses leitores compulsivos que não se controlam diante de um livro, viu...

A primeira coisa que achei estranha foi que eu era a personagem principal. Olhei para um lado, olhei para o outro e percebi que sim, a personagem principal é a leitora. E digo a leitora porque acredito que poucos homens lerão esse livro afinal, ele é totalmente feminino.

Ao final do primeiro capítulo o livro me deu três opções de como continuar a história. Minha primeira reação foi achar que o e-book estava errado então resolvi fazer o que qualquer pessoa normal já teria feito antes mesmo de começar a leitura: li a sinopse. 

E confirmei o fato, à princípio estranho: nesse livro, é você quem decide o rumo da história. Ex: se você deseja entrar no bar, vá para tal página; Se você deseja sair do bar, vá para tal página.

O livro é como um mapa e a história se desenrola como você escolhe, com o pequeno detalhe de que quase todas as escolhas que você pode fazer remetem a sexo. A única escolha que não envolve sexo é: ir para casa sozinha e frustrada. rs

Quando uma garota entra em um bar é um livro repleto de erotismo e por isso, não é recomendado para menores de 18 anos. A personagem principal (você) marca um encontro com sua melhor amiga, Melissa (sim, querendo ou não, você tem uma melhor amiga chamada Melissa) para curtirem a noite juntas num bar. Porém, Melissa desmarca o compromisso de última hora mas você já está no bar. A partir daí, de acordo com opções dadas ao final de cada capítulo, é você quem escolhe como sua noite terminará.

O livro é curto e a leitura flui rapidamente. Ao terminar, você pode retornar ao início e reler o livro fazendo novas escolhas, tendo então a possibilidade de criar novas histórias dentro de um mesmo livro. Achei interessante essa interatividade oferecida ao leitor. É uma ideia nova (pelo menos para mim) e que me divertiu bastante. 

Não é um livro profundo, daqueles que te passam ensinamentos. Não. Está totalmente fora deste contexto. Mas se você busca uma leitura para distração, é uma boa escolha. 



Que tal ler as resenhas anteriores?
A Maldição do Tigre - Colleen Houck
A Rosa e o Dragão - Vanessa Pereira
Réquiem - Lauren Oliver

Beijos
Lu


Artigos relacionados:




Quote da Semana

"Somos todos estranhos de um jeito diferente, e isso é normal. E mesmo que exista muita coisa que eu não possa dizer para eles, é bom me sentir parte de um grupo." (Cartas de Amor aos Mortos - Ava Dellaira)

3 comentários:

  1. Eu gosto muito de RPG, por isso me animei logo de cara para fazer a leitura! Quero muito ler, apenas para sanar a curiosidade, pois livro erótico não são meus favoritos. rsrs

    Beijinhos
    Mirelle - meumundemtonspasteis.com

    ResponderExcluir
  2. Caramba, lembro quando vi este livro em um post de lançamento. FIquei muito curioso para conferir a história, e achei a capa muito bacana também. Ficou muito legal o estilo da arte e das letras.

    Abraços
    www.booksever.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Eu não curto livros eróticos e esse em especial não foi bem recebido por vários blogs. Prefiro nem ler.

    memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita! Não deixe de comentar...

Topo