Resenha: Cidade dos Anjos Caídos - Cassandra Clare

Quando você termina de ler Cidade dos Ossos, primeiro livro da série Os Instrumentos Mortais, você tem a sensação de que os próximos livros não chegarão ao mesmo patamar mas, tudo que eles fazem é te surpreender superando os livros anteriores.


Título: Cidade dos Anjos Caídos
Título Original: City of Fallen Angels
Autora: Cassandra Clare
Nº de Páginas: 364
Editora: Galera Record
Nota: 5/5








Resenha: Estive profundamente enganada quando pensei que nenhum outro livro da série desbancaria Cidade das Cinzas. Digo com todas as letras que, dentre os quatro primeiros livros que integram Os Instrumentos Mortais, Cidade dos Anjos Caídos foi o melhor. E não duvidaria, apesar de não saber como isso é possível, que os próximos livros sejam ainda melhores.

Cidade dos Anjos Caídos é o quarto livro da série e, assim como os anteriores, ele é narrado em terceira pessoa e cada capítulo é dividido em núcleos onde vemos um pouquinho de cada personagem. Cassandra Clare (Cass para os íntimos) não economiza caracteres, os capítulos são enormes, mas com diversas pausas que me salvaram muitas vezes.

Me impressiono com a coerência das histórias. Cass não deixa escapar um detalhe sequer. Tudo é desvendado conforme a leitura se passa. Em geral, eu demoro semanas para ler os livros dela. Primeiro porque sou lerda e segundo porque cada detalhe é milimetricamente imprescindível no entendimento do livro. É tanta informação que mesmo durante as pausas, você se pega processando tudo que foi lido e colocando cada peça em seu devido lugar.

O leitor é apresentado a dois novos personagens, Camille e Kyle, que juntam-se àqueles com os quais já estamos familiarizados e contribuem, cada qual com sua particularidade, para que a trama se torne ainda mais envolvente.

Após a guerra na Cidade de Vidro, que deixou inúmeros Caçadores de Sombras e integrantes do Submundo mortos e feridos, as vidas de nossos protagonistas finalmente estão voltando ao normal. Mas parece que nem todos estão felizes com os acordos e Caçadores de Sombras estão aparecendo mortos. O livro gira em torno destes acontecimentos e do mistério que surge: afinal, quem é o responsável pelos assassinatos?

Em Cidade dos Anjos Caídos encontramos Simon, personagem foco da vez, extremamente melhor que o Simon dos livros anteriores. O atual Simon Lewis não é mais apenas um nerd, integrando uma banda que troca de nome a cada semana. Finalmente Simon passa a agir corajosamente de acordo com sua nova condição, sabendo que o detalhe adicional que recebeu em Cidade de Vidro se encarregará de protegê-lo. Sua vida amorosa também está bem badalada, opções não lhe faltam e Simon passou de nerd encalhado para um homem de "vida dupla". 

Ainda que continue um pouco vulnerável com relação ao desejo de voltar a ser quem fora um dia, Simon decide que é hora de partir e tentar viver uma nova vida. Ele conhece Camille, uma mulher a quem nada parece abalar, alguém que ele inconscientemente sabe que deve temer.

Camille e Simon têm um desafeto em comum: Raphael. E baseando-se nisso, a mulher faz uma proposta a Simon. Algo que beneficiará ambos e finalmente dará a direção que falta na vida do rapaz.

Muitas coisas estão acontecendo na vida de Simon e a última coisa que ele gostaria de decidir agora, é qual será seu novo lar. A sorte é que Kyle, o novo integrante de sua banda, o convida para passar uns tempos em seu apartamento. E a partir daí, os dois protagonizam diversas situações e segredos de Kyle serão revelados.

Ultimamente Jace tem andado estranho. Os pensamentos distantes e a aparência cansada referem-se às noites mal dormidas regadas a pesadelos terríveis relacionados à Clary. Por conta disso, Jace afasta-se dela sem quaisquer explicações, o que a deixa triste e ao mesmo tempo intrigada. Quando Clary finalmente descobre o que está havendo e tenta ajudá-lo, Jace é tomado por uma força maior que nenhum dos dois é capaz de conter. E percebem que são peças chave de um plano que pode arruinar o mundo.

(...) A forma como olhou para ela (...) - se anjos pudessem se erguer do Inferno, pensou Clary, seriam assim. pág. 316



Leia também as resenhas anteriores:
A Outra Vida - Susanne Winnacker
Garotas de Vidro - Laurie Halse Anderson
As Vantagens de Ser Invisível - Stephen Chbosky




Artigos relacionados:




Quote da Semana

"Somos todos estranhos de um jeito diferente, e isso é normal. E mesmo que exista muita coisa que eu não possa dizer para eles, é bom me sentir parte de um grupo." (Cartas de Amor aos Mortos - Ava Dellaira)

8 comentários:

  1. *------*
    Eu sabia que você ia gostar, tem como não??
    Você também vai amar a próxima Cidade.

    http://dreams-in-books.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse livro foi o melhor, Quérol! O melhor!!!
      :*

      Excluir
  2. Sou super suspeita para falar de qualquer livro da Cassandra adoro todos! Sério essa destruidora de corações é muito diva *o*
    Só de ler a resenha eu ja fiquei com saudade e deu vontade de ler tudo de novo, ainda mais agora que vai sair o ultimo -chorei-.
    Enfim adorei a resenha :D
    Beijos.

    https://historiasdeumaleitora.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente essa Cassandra é uma ótima autora. Ela me surpreende, viu? Sempre supera tudo que já fez anteriormente. É incrível!

      Bjss

      Excluir
  3. Oi, Lu!
    Bela resenha, mas confesso que quanto mais leio sobre Cassandra Clare menos tenho vontade de ler =/
    Vai entender!
    =D

    http://osdragoesdefogo.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. mas por queeeeê?
      Sabe que eu te entendo um pouco. Quando as pessoas falam muito e falam muito bem de um autor, eu crio receio de ler um livro dele e ser a única pessoa a não gostar. rsrs
      Espero que algum dia você sinta vontade de ler os livros, Kaio.
      Você não vai se arrepender. ;)
      Bjs

      Excluir
  4. Oii,

    Adorei o nome do seu blog hahahaha muuuito bom!
    Sobre sua resenha: está incrivel. Eu ainda não tive a oportunidaded de ler nada da autora, mas morro de vontade de ler.

    Beijinhos,
    entrechocolatesemusicas.blogspot.com.br
    EC&M

    ResponderExcluir
  5. Leia sim, Ana.
    Os livros da Cass são tudo. Essa mulher é muito criativa. haha
    Beijoo!

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita! Não deixe de comentar...

Topo