Resenha: Procura-se um marido - Carina Rissi
Da série: Não sei escrever pouco


Para o Desafio: Duelo de Titãs, promovido pelo blog A Culpa é do Leitores, cada participante do grupo Fire deve escolher um livro na lista de trechos a serem desvendados e fazer uma resenha para este livro. O livro escolhido por mim foi Procura-se um Marido, da autora Carina Rissi. Segue a resenha:


livro: Procura-se um Marido
Título: Procura-se um Marido
Autora: Carina Rissi
Nº de Páginas: 476
Editora: Verus
Nota: 3/5










Resenha: Em sua infância, Alicia ficou órfã e acabou indo morar com seu avô Narciso, um homem riquíssimo e bem sucedido nos negócios da L&L Cosméticos, empresa que administra com maestria. A segurança que a fortuna de seu avô lhe proporciona, faz com que Alicia, agora com 24 anos, não queira se preocupar com mais nada a não ser curtir a vida. E ela faz isso como se não houvesse amanhã. Viaja o mundo se envolvendo em confusões e utilizando o dinheiro para resolver seus problemas, sem se preocupar com as responsabilidades e com a maturidade que uma vida adulta sugere. Atitudes que vô Narciso desaprova totalmente.

Um belo dia o vô Narciso vai morar com papi do céu e além de ter que lidar com a perda de seu único  e amado parente, Alicia descobre que o avô incluíra uma cláusula especial em seu testamento deixando uma condição para que ela pudesse ficar com a inestimável fortuna: o casamento.
Sim, minha gente. Para tentar fazer com que a neta crie juízo, vô Narciso só vai deixá-la ficar com o dinheiro se ela encontrar um príncipe encantado que coloque a cabecinha dela no lugar.

Após Clóvis, até então advogado do avô e também curador da herança, lhe informar a cruel notícia, Alicia se vê num beco sem saída. Como se não bastasse ter todos os bens bloqueados, ela descobre que terá de trabalhar em cargos administrativos na L&L Cosméticos. E com um salário baixo, ela vê seu padrão de vida mudar drasticamente, passando de riquíssima à endividada.

Alícia não se conforma em perder sua fortuna e então cria um plano infalível, ela anuncia nos classificados de um jornal que está em busca de um marido. Alguns candidatos sem o mínimo de qualidade aparecem, mas logo são reprovados. Até que surge Max, o candidato perfeito. Max também busca um casamento por conveniência pois precisa de uma esposa para ser promovido a um cargo que tanto deseja.

Mas gente, o que vocês ainda não sabem é que Max trabalha na empresa do avô da Alicia e já havia cruzado com elas pelos corredores diversas vezes. E o pior, eles não se suportam! E é aí, quando o livro deveria suuuuper me agradar e ficar bem intenso - já que eles vão se casar sem ao menos se suportar - que as coisas mudam completamente e eu sinto um balde de água fria cair na minha cabeça.

Até então eu tinha adorado a história, vinha lendo bem rapidinho pra saber o desfecho e a autora não é de fazer rodeios, as coisas acontecem relativamente rápido. De repente Alicia consegue facilmente colocar sua ideia em prática, através de um único anúncio num jornal, onde ela encontra um gato maravilhoso e conhecido pra casar. Hello ôu....

Pra começar, desde quando casamento da juízo pra alguém?
E que sorte é essa de encontrar uma pessoa linda e maravilhosa, tão próxima a ela e com os mesmos objetivos?
E qual foi a parte que eu perdi? Porque do nada, pessoas que pouco se importavam uma com a outra passaram a se dar bem.

O que eu deveria achar fofo, se tornou meio sem graça e sem nexo. Não vi mais sentido na história e nem as passagens engraçadas conseguiram me animar. A falta de vontade para terminar de ler o livro surpreendeu a mim mesma porque este é um livro que eu sempre quis ler. Então foi uma frustração em dose dupla: primeiro porque não gostei do desenrolar e, segundo porque não gostei do desenrolar. Siimm! Porque eu queria gostar! Sabe quando você quer gostar de uma história? Então.

Quem sabe se Max fosse um estranho, eu achasse a história mais interessante. Mas eles eram próximos. Só viviam implicando um com o outro e, de repente, a transformação: da implicância à paixonite aguda.

O fato é que quase abandonei esse livro. Me recusei a abandonar mas parei de ler para, quem sabe, num futuro distante, continuar a leitura. Voltei a ler agora por conta do Desafio. Foi como se essa fosse minha oportunidade de finalizar esse livro.

O livro não é tão ruim. Não faz parte daquele seleto grupo de livros que me deixaram traumatizada. Mas fomos incompatíveis um com o outro. Eu esperei muito além do que ele podia me oferecer. Algumas poucas coisas me surpreenderam no final, mas em geral, minha opinião continuou a mesma.



Essa foi minha resenha para o Duelo de Titãs!
AVANTE FIRE! A vitória é nossa!
Bjs, Lu


Artigos relacionados:




Quote da Semana

"Somos todos estranhos de um jeito diferente, e isso é normal. E mesmo que exista muita coisa que eu não possa dizer para eles, é bom me sentir parte de um grupo." (Cartas de Amor aos Mortos - Ava Dellaira)

8 comentários:

  1. Lu!!! Bom, a Taty ama esse livro e inclusive me deu um exemplar de presente. Qdo ler eu volto pra te contar o que achei, agora fiquei mais curiosa!! Será que vou achar esses pontos negativos ou vou amar enlouquecidamente como a Taty??
    Beijos,
    "A VITÓRIA É NOSSA"

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bia, espero que voce goste do livro. É como eu disse, comigo foi incompatibilidade de genes rsrs
      Mas eu tenho consciência de que eu fui uma exceção, porque todo mundo que lê esse livro adoraaa!!

      Beijos vitoriosos! kkk

      Excluir
  2. Uhuu, essa vitória já é nossa.
    Avante Fire.
    Abraços Luciana

    estantejovem.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É isso aí, Paulo!!
      Avante Fire!!! uhuul

      :D

      Excluir
  3. Nossa Lu eu amo esse livro.! Sério, já li ele umas duas vezes e pretendo ler de novo rsrs
    Os livros da Carina são muito amor <3

    P.s: Bem sinto muito em descordar de vocês, mas a vitória do desafio será da equipe Ice hahahha

    Que vença o melhor!

    Beijuuu

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, Taty
      Eu fui crente que ia gostar do livro mas ele não tocou meu coração. Uma pena. :(

      E que vença o melhor. Ou seja, FIRE.
      hahahahaa

      Beijooo

      Excluir
  4. Oi, Lu!!
    Adorei a resenha! Não li esse livro mas tenho interesse :)

    Muito legal a confiança da equipe Fire! No entanto, a vitória é da EQUIPE ICE!! :D haha

    Beijos
    Adriano
    http://geracaoleiturapontocom.blogspot.com.br/2014/05/resenha-garota-da-casa-grande-amanda.html

    ResponderExcluir
  5. Oi, Lu...
    Gostei da tua resenha e tau sinceridade... apesar de eu ter adorado o livro e ter me divertido muito... Quem sabe por eu não ter tido nenhuma expectativa antes de ler, e de ter lido ele em uma madrugada, direto.
    Mas achei a escrita bem boa, e a história é gostosa, um tanto previsível, mas mesmo assim gostei muito.
    Beijnhos.

    amanda-almeida.com.br

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita! Não deixe de comentar...

Topo