Título: Perdão, Leonard Peacock
Título Original: Forgive Me, Leonard Peacock
Autor: Matthew Quick
Nº de Páginas: 224
Editora: Intrínseca
Ano: 2013
Nota: 5/5




Resenha: 

Hoje é o aniversário de 18 anos de Leonard Peacock e também o dia em que ele vai matar Asher Beal e depois se suicidar com a P-38, arma que foi utilizada por seu avô na 2ª Guerra Mundial.
Antes de deixar este mundo, ele precisa entregar quatro presentes, para quatro amigos. Os presentes são para que os amigos se lembrem dele. E para que saibam que ele lamenta não ter sido mais do que foi.

Ele se sente culpado por não ter separado um presente para Linda, sua mãe, apesar de ela não ter se lembrado que hoje é seu aniversário. Ainda assim, de última hora Leonard prepara uma surpresa para ela.
Linda tornou-se cada vez mais ausente na vida do filho após mudar-se para Nova York deixando Leonard sozinho em South Jersey. Ela diz que precisa estar em Nova York por conta de seu trabalho como estilista mas Leonard sabe que ela decidiu partir depois daquilo que aconteceu...

Walt, o vizinho idoso com quem Leonard passa as tardes vendo filmes clássicos e Baback, o descendente de iranianos que toca violino secretamente no auditório da escola são os primeiros a receber seus presentes. Então Leonard se dirige ao próximo a ser presenteado, Herr Silverman, o professor de Holocausto que também da aulas de alemão (motivo pelo qual ele é chamado de "Herr" e não de "Senhor"), e que nunca arregaça as mangas da camisa. Leonard gostaria de saber o porquê e acha que este talvez seja o maior mistério de sua vida.

Leonard acredita que todos os adultos são tristes. Algumas vezes, ele veste seu terno preto digno de funerais, pega sua pasta preta e sai para sua pesquisa sobre envelhecimento e possibilidade de felicidade na vida adulta. Vai para a estação de metrô seguir o adulto que lhe pareça mais triste e deseja mentalmente que por um único dia, este adulto faça alguma coisa que lhe dê prazer ao invés de ir para este trabalho que o deixa infeliz e então mostre a Leonard que ser adulto não é ser triste.

"...cada americano é livre para fazer o que quiser aqui nesse país supostamente livre. Por que não usam sua liberdade para buscar a felicidade?" p. 43

Uma vez, voltando de sua pesquisa, Leonard conhece Lauren Rose, uma adolescente loira e alta que tenta entregar panfletos de igreja para pessoas que passam na rua. "Jesus Te Ama", ela diz, mas as pessoas parecem alheias a ela. Exceto Leonard, que pega o panfleto e lê, deixando Lauren radiante. Ele afirma a si mesmo, como uma meta, que Lauren seria a primeira garota que ele beijaria. E ela é a quarta a receber um presente.

O dia está acabando e ninguém se lembrou de seu aniversário e isto deixa Leonard um pouco triste. Mas não há tempo para tristeza porque os quatro presentes já foram entregues, e agora é hora de ir ao encontro de sua vítima.
Há muitos anos e durante muito tempo, Asher e Leonard foram amigos. Mas isso foi antes de as coisas ruins acontecerem e Asher se tornar a pessoa que se tornou. Leonard está na janela de Asher com a P-38 apontada para o vidro. Ele vai atirar na cabeça e no peito de Asher e depois sairá correndo pelo bosque, até o lago, onde vai disparar uma bala contra sua própria cabeça e depois, tudo será apenas um imenso nada.



Considerações finais: 

Antes de mais nada, eu também quero pedir perdão, rs. Eu sei que a resenha ficou enorme. Já deu pra perceber que na escola eu era péssima em fazer resumos, né?
Acontece que o livro contém muitos detalhes e todos eles são importantes. É um livro que fala sobre consequências, ações que geram reações. 

Poucas vezes eu me senti tão triste por um personagem. E posso dizer que achei Leonard Peacock simplesmente o máximo! Eu gostaria de ter tido a oportunidade de dizer isso a ele e poder ajudá-lo de alguma forma. Ele é corajoso e muito realista. As coisas pelas quais ele passa também são bem reais e infelizmente existem muitos Leonard's por aí, precisando ser salvos. Mas seus dramas não são explícitos e seus pedidos por socorro não são tão claros. E é por isso que às vezes a ajuda chega tarde demais.



Bjs, Luciana

Artigos relacionados:




Quote da Semana

"Somos todos estranhos de um jeito diferente, e isso é normal. E mesmo que exista muita coisa que eu não possa dizer para eles, é bom me sentir parte de um grupo." (Cartas de Amor aos Mortos - Ava Dellaira)

28 comentários:

  1. Estou meio que desesperado para ler esse livro...Amei O Lado Bom Da Vida então com esse livro não será diferente, esperar mais um pouco (ou seja me torturar mais um pouco) e deixar pra comprar no ano que vem :'(

    http://naestantedeumgaroto.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se você amou O Lado Bom da Vida, com certeza vai gostar mais ainda de Perdão, Leonard.
      Bom, pelo menos eu gostei muito mais. :D

      Bjs

      Excluir
  2. Parece ser um livro tenso e bem escrito, mas confesso que não me atraiu. Na verdade, não é meu estilo favorito de leitura.

    Beijos,

    Isie Fernandes - de Dai para Isie

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim sim, é tenso e bem escrito. E acho que voce deveria dar uma chance ao Leonard. :D

      Beijoo

      Excluir
  3. Parece ser um ótimo livro, mas tenho que falar que não fez muito meu tipo de livro.
    A resenha está excelente. Sucesso com o blog.

    Retribui?, volto aqui de novo •
    http://rockteen92.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Primeira resenha que vejo desse livro, faz um tempo que quero lê-lo.
    Curto esse autor!
    Ótima resenha e parabéns pelo blog lindo.
    Beijos
    http://entrefraseserabiscos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Camila.
      Que bom que você gostou. Leia, sim. Vale a pena. :)
      Bjs

      Excluir
  5. Fiquei super curiosa pra ler.

    www.iasmincruz.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então leia! Senão o Leonard não vai te perdoar! kkkk
      Bjss

      Excluir
  6. Eu tenho este livro e ainda não li, minha amiga esta lendo antes de mim. Eu li o Lado Bom da Vida e me apaixonei de primeira por Matthew Quick, então estou desesperada para ler Perdão, Leonard T-T

    http://alem-da-metamorfose.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também li O Lado Bom da Vida e gostei. Mas achei esse livro ainda melhor!!
      Bjss

      Excluir
  7. Ler é sempre bom ,mas eu ando com uma preguiça que dá até vergonha,mas este vai também pra minha lista,eu vou tomar vergonha na cara e voltar é ler
    beijos

    http://fashionvinteum.blogspot.com.br/
    https://www.facebook.com/fashionvinteum

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah é normal, Mellanie.
      Algumas pessoas precisam dar um tempinho na leitura de vez em quando. Eu mesma faço isso. Não muito, mas faço. :)

      Beijoo :**

      Excluir
  8. Oiee, visitando e seguindo =)
    menina, já tinha lido outra resenha desse livro e a sua só veio pra confirmar que preciso está lendo esse livro, gostei da tua opinião, espero ter a oportunidade de está lendo o mais rápido possível!
    Beliscões carinhosos da Máh ♥
    Cantinho da Máh
    @Maaria_Silvana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também espero que voce tenha logo a oportunidade de ler o livro. É muito bom! :)

      Bjs

      Excluir
  9. eu estou louca pra ler esse livro, o/ desde de o lançamento, mas como fiz promessa de só comprar livros dia 29 desse mês, eu não comprei ainda o/ mas queroo muitoo o/
    amei a resenha!
    acervo-de-livros.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também sou assim... pra nao comprar livro todo dia, tem que ficar fazendo promessa de que só vai comprar em tal dia. Só com promessa mesmo...
      kkkkk

      Beijoo

      Excluir
  10. Li algumas resenhas desse livro e mesmo todas sendo positivas, ler esse livro seria sair um pouco da minha zona de conforto e não é apenas sobre sair da minha zona de conforto, é que o livro não me atraiu...

    beijos
    http://amostradelivros.blogspot.com.br/2013/11/box-harry-potter-8-filmes.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sei como é...por mais que as resenhas sejam positivas, se o livro não atrai e a gente se força a ler, não fica uma coisa natural. A gente tende a achar o livro ruim quando na verdade ele só não faz o nosso estilo.

      Beijoo :*

      Excluir
  11. Hey
    Infelizmente ainda não li nada do autor.
    Ele estava na Bienal no dia que fui e a fila estava imensa.

    Já li umas resenhas sobre esse livro e gostei das opiniões, a sua não foi diferente.
    Espero ler algo até o final do ano.

    bjs

    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu li O Lado Bom da Vida também. Hoje, pensando nos dois livros, eu indicaria que voce iniciasse sua leitura por Perdão, Leonard, que é muito mais intenso do que o outro. Mas os dois são bons. :)

      Bjs

      Excluir
  12. Olá o/
    Adorei a resenha!
    Leonard Peacock esta na minha meta de leitura pro ano que vem [acho. talvez eu leia logo né, ele é fininho rs]
    adorei o blog já estou seguindo =)

    Beijos =)


    Meu Mundo depois da Meia noite

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, Myla, é um livro bem curtinho, se a pessoa tiver tempo pra ler, termina bem rápido. :)
      Bjs

      Excluir
  13. Fui comentar aqui e acabou a energia rsrs
    Vamos de novo rs
    Apesar do livro ser relativamente famoso, eu não havia lido ainda nenhuma resenha sobre ele. Estou com ele na prateleira, mas confesso que fiquei com muita vontade de ler depois da sua resenha!
    Beijos


    Meu Meio Devaneio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada por ter voltado pra deixar seu comentário, mesmo depois de a energia ter acabado. hahaha
      Espero que voce goste do Leonard tanto quanto eu gostei. :)
      Beijoo :**

      Excluir
  14. Eu simplesmente adorei cada palavra dessa resenha. Com certeza eu vou comprar esse livro, até porque ainda não li nenhuma obra desse autor, quero que você saiba que a culpa é sua e não adianta me pedir perdão (risos).

    Você está de parabéns, porque eu consegui sentir que durante a leitura você queria muito ajudar o personagem. Muito comovente.

    Abraços.

    Rogério Queiroz - Uma dose de palavras.
    http://uma-dose-de-palavras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cada palavra, Rogério?
      Voce sabe incentivar uma pessoa a continuar escrevendo resenhas, hein? hahaha
      Muito obrigada! *-*

      Já que você disse que não adianta pedir perdão, só me resta admitir minha culpa. rs
      Mas nesse caso eu sou uma culpada do bem porque o livro é bom e eu acho meeesmo que você deveria lê-lo!

      Bjs :*

      Excluir

Obrigada pela visita! Não deixe de comentar...

Topo